Figurinhas Carimbadas

Xilogravuras - Marcio Goldzweig - Rio de JaneiroPara realizar esta série de gravuras, são utilizadas técnicas e ferramentas de gravura em madeira ou xilogravura - só que no caso das “Figurinhas Carimbadas” as matrizes são gravadas sobre borrachas escolares no formato de 3,4 x 5,7 cm.
Um trabalho minucioso e de precisão que resulta em carimbos de pequeno formato que são utilizados para impressão manual, com tintas tipográficas, sobre papéis especiais.

Xilogravuras - Marcio Goldzweig - Rio de JaneiroA série de gravuras “Figurinhas Carimbadas” faz uma crítica social, a partir de alguns conceitos e cria uma representação pictórica inusitada para determinadas verdades, dando uma visão diferente da interpretação comum.

São visões pessoais para questões sociais - são figurinhas que já estavam carimbadas há muito tempo e que recebem novas tintas, criando uma nova ótica para os fatos.

Impressões manuais com tintas tipográficas, sobre papéis alcalinos com fibras de algodão, tiragens numeradas e assinadas.

 

Xilogravuras - Marcio Goldzweig - Rio de JaneiroA história: O termo figurinhas carimbadas nos remete ao tempo em que se jogava bafo-bafo ou se batia figurinhas com os amigos. Já bafo-bafo vem do fato de alguns jogadores "soprarem bafo" nas mãos para umedecê-las, fazendo com que as primeiras figurinhas do monte viessem grudadas na mão, levantando e virando um maior número de figurinhas.

As figurinhas de antigamente não eram auto colantes, usava-se cola e pincel para colar no álbum. Muitas vezes por excesso ou descuido, as páginas ficavam grudadas... Nos pacotes de figurinhas era possível encontrar uma figurinha carimbada, que valia por duas ou três das comuns.

A decepção era grande quando não encontrávamos uma figurinha carimbada dentre 10 ou 20 pacotes comprados - mudar de banca era a providência natural para tentar a sorte na próxima compra.